Teste

Hora de flutuar novamente: 27 anos depois dos acontecimentos do primeiro filme, "IT: Capítulo 2" estréia hoje nos cinemas de todo o Brasil.

                                    
                                                              IT: Capítulo 2 | Foto Divulgação 

Baseado no clássico de Stephen King, "IT: Capítulo 2" estréia nesta quinta (5), dando um desfecho para a história do Clube dos Perdedores contra o palhaço. A indieoclock esteve na première do filme e contamos pra vocês tudo o que esperar dele, Mas claro... Sem spoilers.




                                                                  IT: Capítulo 2 | Foto Divulgação 

O filme se passa 27 anos após a história do primeiro filme. Traumatizados com a experiência vivida na infância Bill (James McAvoy), Beverly ( Jessica Chastain), Mike (Isaiah Mustafa), Stanley (Andy Bean) Eddie (James Ransone), Richie (Bill Harder) e Ben ( Jay Ryan) vivem suas vidas longe da pacata cidade de Derry's, mas uma promessa dentro do 'Clube dos Perdedores' faz com que uma reunião seja feita para que possam combater o mal novamente. 



                                              
                                                                    IT: Capítulo 2 | Foto Divulgação 

Com uma caracterização e atuação incrível, a escolha de cada ator para interpretar os personagem na vida adulta não decepcionou. Em alguns momentos do filme, podemos comparar o personagem na fase adulta e na infância, surpreendendo por parecer que realmente são as mesmas pessoas. James McAvoy (Bill) conseguiu captar perfeitamente a essência do personagem, mas impossível não compará-lo com Hedwig, seu personagem de 'Fragmentado' (2016), que também era gago. James Ransone conseguiu manter todas as paranóias e expressões da fase infantil de Eddie, fazendo até com que, quem não se lembrar do personagem, o reconheça apenas pelo seu modo de falar. Jessica Chastain também chama atenção por ter mantido a alma da personagem, provando que seria preciso de muito mais do que "só uma mulher ruiva" para o papel. 



Bill Skarsgård

                                                       
Ainda falando sobre a caracterização, não podemos deixar de mencionar Bill Skarsgård. O ator sueco conseguiu aperfeiçoar palhaço, trazendo um Pennywise ainda mais macabro e obsessivo. Em uma das cenas, podemos ver uma curta caracterização dentro do filme, onde o palhaço de forma humana, pinta seu rosto. Um balanço perfeito entre o macabro do personagem e o ator sendo consagrado.


   IT: Uma Obra Original do Medo | Foto Divulgação 

Em diversos momentos o filme traz referências fortes a obra original e a "It - Uma Obra do Medo", primeira adaptação, lançada em 1990. Além disso, em um momento podemos contar também com a aparição do próprio Stephen King no filme.


                                                            IT: Capítulo 2 | Foto Divulgação 

O pior lado do It, não é se transformar em um palhaço extremamente assustador, e sim a forma como ele faz você se sentir e agir, através de suas manipulações, algo que deveria afetar psicologicamente o público ao invés de  focarem em sustos ao longo do filme. Nesse caso, um dos pontos negativos do filme ficam por conta das inúmeras apostas em  jump scares, que nada mais são do que cenas que forçam susto, por conta de alguma mudança de cena ou alguma aparição repentina, com a ajuda de efeitos sonoros. 


                                                             IT: Capítulo 2 | Foto Divulgação 

Com 2h49 minutos, "IT: Capítulo 2" não chega a despertar tanto terror, mas a promessa de um filme emocionante é mantida. Durante o filme, percebemos que não se torna apenas o último capítulo da história, mas  sim, um complemento essencial para que todos se apaixonassem ainda mais pelos garotos, que mesmo crescidos, continuam enfrentando os mesmos medos e inseguranças da infância.


"IT: Capítulo 2" estréia hoje, dia 5 nos cinemas.

Postar um comentário

0 Comentários