Teste

The Lumineers ousa em seu novo álbum audiovisual e faz um dos melhores discos de 2019

Por: Tati Teixeira

O The Lumineers lança hoje seu terceiro disco, o tão esperado III chega junto com um trabalho audiovisual incrível produzido pela banda.

III é o terceiro trabalho do grupo, sucessor do aclamado Cleopatra que atingiu os topos mais altos da Billboard e foi bem recebido pelo público e pela crítica de forma a firmar o The Lumineers como uma das melhores bandas alternativas da atualidade. Fazer um trabalho maior ou apenas igual a Cleopatra era uma missão muito difícil, mas nós podemos garantir que eles conseguiram. O projeto audiovisual é uma verdadeira obra-de-arte, um presente para todos os amantes de música.

Há alguns meses a banda vem lançando suas canções em conjunto com os capítulos, cada clipe conta uma parte da história da família Sparks, são 10 faixas no álbum e todas elas são contempladas por um episódio que no fim viram um "disco-filme" montando uma narrativa impecavelmente perfeita em todos os aspectos. Antes do lançamento do disco eles falaram com a gente sobre esse projeto, contaram todos os detalhes e também contaram sobre sua relação com o brasil, confira aqui

Em uma trama dramática, The Lumineers conta a história de 3 gerações da família Sparks, uma família conturbada, cheia de problemas e segredos, mas que representam um pouco de cada drama familiar real vivido por muitos que, inclusive, assistirão ao trabalho e ouvirão.  Uma narrativa com acontecimentos pesados, que emociona, mexe com quem assiste  e escuta, simplesmente deixando quem acompanha sem palavras, mas que ao mesmo tempo é sútil, bonita em sua realidade, rica em detalhes e de uma sensibilidade profunda.

Se Cleopatra já é forte e nos emociona, III foi mais um golpe em nosso coração, ver a família Sparks e saber como a realidade deles, mesmo que só alguns pequenos detalhes da história, fazem parte de todas ou quase todas as famílias é algo que nos toma por completo e nos faz repensar, não é fácil conter a emoção com as letras fortes que cabem perfeitamente em cada cena bem  construída dos capítulos, conhecer Donna, Gloria, Jimmy e Júnior nos faz pensar em ser mais empáticos, em tentar ver a origem do comportamento do outro, tentar abrir mais espaço para diálogos, avaliar a maneira como nós mesmos estamos agindo. Tudo que é passado pela banda é impactante.

As músicas são inquestionáveis, muito bem construídas , cheias de fluidez , gostosas de ouvir, é aquele disco que colocamos para ouvir inteiro, sem pular nenhuma faixa e que provavelmente vamos repetir inúmeras vezes. Destaque para o piano que aparece nas canções e marcam o instrumental desse disco de forma categórica, que nos conduz através das letras.

Com esse trabalho The Lumineers mostra que é um ponto fora da curva, uma banda com um “Q” a mais, que tem uma mensagem para passar, mostra que não pararam de evoluir, que fazer canções é muito mais que só escrever e compor, que é uma análise do mundo, um contexto que muda o outro, que é fazer a diferença e não medir esforços para entregar um trabalho relevante para a sociedade. Vale lembrar que III é baseado em histórias reais vividas pelos membros da banda, o que nos leva a um álbum com muito cunho emocional para eles, com muito peso, com muita força de expressão.

III , vai além de um disco, é uma experiência sensorial e musical, que por ser tão pessoal toca quem escuta, arrepia conhecer cada detalhe dessa história, é sem dúvidas um dos melhores trabalhos do ano de 2019. Ver um lançamento como esse nos faz sentir uma alegria enorme em ser amantes dessa arte, nos faz reavaliar nossas atitudes, simplesmente incrível.

Sem mais spoillers sobre essa narrativa única, vem imergir nessa experiência também e se prepara para essa emoção:





Postar um comentário

0 Comentários