Miss Americana - Um documentário necessário para descobrirmos uma Taylor Swift nunca vista antes


Nesta sexta (31) estreou no catálogo da Netflix "Miss Americana", documentário biográfico onde podemos ver com outros olhos a vida de Taylor Swift






'Miss Americana' foi dirigido por Lana Wilson, cineasta e vencedora do EMMYs responsável por ‘After Tiller’ e ‘The Departure’. Nele, Taylor Swift comenta assuntos delicados que viveu durante sua carreira, como os problemas psicológicos que sofreu desde que Kanye West interrompeu seu discurso no VMA em 2009, o caso de assédio contra  o DJ David Mueller e todo o ódio gratuito que sofreu na internet em 2016.


Para artistas como Taylor Swift, 'Miss Americana' é um documentário extremamente necessário pois assim, as pessoas podem ver que suas ações na internet tem sim um impacto, mesmo que seja contra alguém mundialmente famoso. Esse impacto é reforçado através do pedido de desculpas de comediantes que, quando viram suas aparições no documentário enquanto faziam comentários maldosos contra a cantora, vieram publicamente se retratar pelas atitudes passadas:









I love @taylorswift. Unfortunately, I am featured in her new documentary as part of a montage of asshats saying mean things about her, which is used to explain why she felt the need to escape from the spotlight for a year. It’s insanely ironic because anyone who knows me knows I’m obnoxiously obsessed with her and her music. I first heard myself in the trailer last week as I watched it alone in bed (as soon as it came out bc I was so excited!) and I was horrified to hear my own voice. The sound bite was from an interview I did 5 years ago and I say in SUCH a shitty tone, “she’s too skinny; it bothers me... all of her model friends, and it’s just like, cmon!” 😣 This quote should be used as an example of “projection” in PSYCH101 textbooks. If you’re familiar with my “work” at all, you know I talk openly about battling some kind of eating disorder for the past 17 years. I was probably “feeling fat” that day and was jealous. Also, I’ve had people say the same shit about me being too skinny before and know how terrible it feels to hear that when you’re struggling. And I was only bothered by her model friends because I’d like to be her friend and I’m not a model. I really have no need to post this other than to apologize to someone who seriously means SO much to me. I only got a couple death threats from die-hard Swift fans, which as one myself, I totally get. So while I’ll consider going to “die in a hole you motherfucking asshole”, I just hope this somehow gets to her so she knows I’m sorry for any pain I caused her and that I’d love to be her friend someday (when I start modeling) and tell her how much her music has influenced my life and comedy. In fact, her song “The Man” is the inspiration for my new hour of material and I feature the song is multiple iterations during my current tour. I love you Tay, and I can’t wait to watch 99.97% of your new doc #missamericana ❤️🆖
Uma publicação compartilhada por Nikki Glaser (@nikkiglaser) em


Infelizmente, estou no novo documentário de Taylor Swift como parte de uma montagem dizendo coisas ruins sobre ela, o que é usado para explicar por que ela sentiu a necessidade de escapar dos holofotes por um ano. É incrivelmente irônico, porque quem me conhece sabe que eu sou obcecada por ela e sua música.
Eu me vi pela primeira vez no trailer na semana passada, enquanto o assistia sozinho na cama (assim que saiu, eu estava tão animada!) E fiquei horrorizada ao ouvir minha própria voz.
O trecho foi de uma entrevista que eu fiz há 5 anos e digo em um tom de merda: "ela é muito magra; isso me incomoda... todos as suas amigas modelos e é tipo, qual é!"
Essa citação deve ser usada como um exemplo de "projeção" nos livros didáticos da PSYCH101. Se você conhece bem meu "trabalho", sabe que eu falo abertamente sobre lutar contra alguns tipos de distúrbios alimentares nos últimos 17 anos. Eu provavelmente estava "me sentindo gorda" naquele dia e estava com inveja. Além disso, as pessoas dizem a mesma merda sobre eu ser muito magra antes e sabem o quão terrível é ouvir isso quando você está lutando. E eu só me incomodei com as amigas modelo porque gostaria de ser amiga dela e não sou modelo.
Eu realmente não preciso postar nada além de pedir desculpas a alguém que realmente significa muito para mim. Eu recebi algumas ameaças de morte de fãs obstinados do Swift, que como eu mesmo, eu totalmente entendo. Então, enquanto eu vou considerar "morrer em um buraco, sua filho da puta", eu só espero que isso chegue a ela para que ela saiba que sinto muito por qualquer dor que eu tenha causado e que eu adoraria ser sua amiga algum dia (quando eu começar a modelar) e digo a ela o quanto sua música influenciou minha vida e comédia. De fato, sua música "The Man" é a inspiração para o meu novo material e eu caracterizo que a música é várias iterações durante minha turnê atual. Eu te amo Tay, e mal posso esperar para assistir a 99,97% do seu novo documento #MissAmericana.”  – Nikki Glaser pedindo desculpas a Taylor Swift em sua rede social após aparecer em seu documentário como uma das pessoas responsáveis por desencadear o seu distúrbio alimentar.




Taylor Swift e Brendon Urie na composição de ME!,
primeiro single do "Lover", sétimo álbum
de estúdio da cantora 






Miss Americana’ recebeu o ‘Certified Fresh’, uma distinção especial concedida aos filmes e programas de TV mais bem avaliados no Rotten Tomatoes, onde terminou com uma alta aceitação crítica de 90%.






  
                       

Horas antes do lançamento de 'Miss Americana', Taylor Swift lançou “Only The Young”, faixa que além de ser o tema de encerramento do documentário, também possui um significado político para Taylor, algo que é mostrado em 'Miss Americana'. A faixa ultrapassou 40 #1’s ao redor do mundo em menos de 12 horas, estreando no topo do iTunes Mundial.




                     

Assista já 'Miss Americana', uma obra fantástica e emocionante sobre a vida de Taylor Swift, disponível no catálogo da Netflix.





Postar um comentário

0 Comentários