Teste

Parece "Desventuras em Série", mas foi só os bastidores do novo clipe da Sigrid...

Sigrid no clipe de "Mine Right Now"

Você já teve um daqueles dias em que tudo dá errado e o mundo parece estar contra você? Então imagine ter dois desses seguidos! 

Foi exatamente isso que aconteceu com a equipe da Sigrid, na gravação do novo clipe da cantora, "Mine Right Now".

A faixa, que faz parte do álbum de estreia da norueguesa "Sucker Punch", quase não ganhava clipe. Tudo o que você possa imaginar deu errado: um drone sumiu, um cachorrinho morreu, o vôo de Sigrid foi cancelado e tinha um serial killer nas áreas de gravação (uau!).

A "atuação" do vídeo acabou sobrando para Max Siedentopf, diretor do clipe, que contou recentemente tudo que deu errado durante as gravações. A tradução abaixo foi feita pelo Portal Sigrid Brasil

Depois de um mês planejando o vídeo para ‘Mine Right Now’ com a Sigrid e passando uma semana nas montanhas da Bulgária construindo sets maravilhosos, as gravações acabaram indo por água abaixo, foi igual o Fyre Festival dos videoclipes.

Na noite anterior da gravação do videoclipe fomos avisados de que o voo da Sigrid estava atrasado e que logo em seguida havia sido cancelado, isso indicava que ela não chegaria ao local remoto das gravações a tempo. Mas nossa equipe com cerca de 40 pessoas já estava toda preparada para as filmagens, então apesar das más notícias, decidimos ainda filmar alguma coisa já que havíamos passado a semana toda construindo sets maravilhosos.

E como se tudo isso não fosse o suficiente, as desventuras continuaram:

Infelizmente para mim, decidiram que eu teria que fazer o papel de Sigrid. A parte que tenho mais receio é a de cantar, então isso não era algo que eu esperava fazer… acabei parando em um videoclipe fazendo dublagem/sincronia labial. Como diretor você sempre tem que vir com todos os diferentes tipos de ideias e histórias para os artistas, mas você nunca é aquele que tem que executá-las, isso me deixou mais admirado pelo o que os artistas precisam passar.”

“Então, filmamos por dois dias o máximo de cenas possíveis que havíamos planejado em fazer com a Sigrid. Algumas ficaram ótimas, mas durante as gravações vários obstáculos apareceram no caminho. Desde de tempestades gigantescas, sets quebrando, problemas com guardas florestais, meu cachorro falecendo… oh, e havia um serial killer solto nas mesmas remotas montanhas da Bulgária em que estávamos. Contudo, continuamos fazendo o impossível para filmar um videoclipe da qual a Sigrid não poderia fazer parte.”

Ufa! Mas, felizmente, o material reaproveitado rendeu um clipe bem legal (considerando todos os imprevistos), confira:


Postar um comentário

0 Comentários