Teste

Veja como foi o Balaclava Fest: Teve shows intimistas de Tuyo e Vagabon, plateia eufórica à espera de Ride e muito mais!

Wild Nothing | Foto: Beatriz Manola

A nona edição do Balaclava Fest rolou nesse sábado (27) a produtora deu show de curadoria! Levando ao evento público de todas as idades, ambos com a mesma paixão pela música. Fãs de Wild Nothing ao fãs incansaveis de RIDE, que aguardaram muitos anos por essa vinda. A euforia era notável. O Indieoclock cobriu o evento, confira:

A noite começou com Tuyo abrindo o palco Club, o show um tanto quanto intimista para um publico curioso que estava ali para descobrir novos sons, e se tem uma coisa que Tuyo faz bem é impressionar a plateia com sua qualidade sonora, letras marcantes e beats incríveis.

Tuyo | Foto: Lucas Henrique
Já os meninos do Terno Rei abriram o palco Stage, muito aguardados encheram a pista de fãs e é claro novos admiradores. A banda está em turnê com seu novo disco Violeta, que foi lançado recentemente pelo selo Balaclava Records. As aguardadas canções “Yoko” “Dia Lindo” e “Solidão de Volta” deixaram nossos corações quentinhos assim como “Vento na Cara” e “Estava Ali”. Esbanjaram simpatia e muito talento. 

Terno Rei | Foto: Beatriz Manola

Vagabon veio diretamente de Nova York, a artista se mostrou empolgada antes mesmo de subir ao palco, em suas redes sociais já havia postado sobre a expectativa de estar no Brasil pela primeira vez. O timbre marcante da cantora soava como uma maravilhosa descoberta para o publico que a recebeu calorosamente. Aos intervalos de suas músicas a cantora comentava sobre como estava silencioso e que ela apreciava, e brincou que estava um pouco assustada com isso. E além disso fazia questão de reforçar que era surreal estar no Brasil e o quanto estava feliz.

Vagabon | Foto: Beatriz Manola

Os canadenses Land of Talk arrasaram em sua estreia no festival, Elizabeth Powell misturou a suavidade de sua voz com o imenso dinamismo ao tocar sua guitarra. A expressividade da banda é impressionante, e mais uma vez a Balaclava acertando nas escolhas dos artistas.

Land of Talk | Foto: Lucas Henrique 

O grupo dream pop Wild Nothing surpreendeu os fãs fazendo uma passagem de som ao vivo, e certamente sentiram a energia do público brasileiro pois estavam mais felizes que nunca no palco. A banda era uma das grandes atrações da noite e fizeram uma apresentação surpreendente e cheia de simpatia.

Wild Nothing | Foto: Beatriz Manola

Headliner e estreante no Brasil, a banda Ride pioneira do indie rock levou ao festival seus fiéis fãs de longa data. Foi visivelmente a plateia mais eufórica da noite, um dos shows mais intensos e com conexão mutua. A setlist foi recheada de hits e até mesmo da nova “Future Love”. Setlist completa aqui. 

Ride | Foto: Lucas Henrique 









Postar um comentário

0 Comentários