Store

header ads

Dan Reynolds responde diretamente críticas ao Imagine Dragons

O vocalista do Imagine Dragons, Dan Reynolds, publicou ontem em seu twitter uma longa nota sobre críticas que sua banda recebe de colegas de profissão, citando diretamente as bandas que insistem em atacá-lo na mídia.

Críticas ou maldade?
Na última semana, Corey Taylor, vocalista do Slipknot, dneclarou no programa de rádio Jonesy's Jukebox que "Eles [Nickelback] estão passando o bastão para o Imagine Dragons e eu acho isso ótimo. Eles [Imagine Dragons] são horríveis, então acho isso ótimo. Acho que as pessoas estão começando a apreciar novamente o Nickelback e começando a se irritar com o Imagine Dragons". O fato de Corey ter previsto o burburinho que isso causaria, dizendo que "Prevejo agora umas 20 matérias com esse título bem chamativo" após soltar o comentário venenoso, também é citado por Reynolds em seu desabafo.

Em 2017, Matty Healey do The 1975 disse que Radioactive era uma música "vazia" devido o excesso de percussão e que não havia mais espaço para isso. 

Leia a tradução da nota na íntegra:
"Por uma década eu tenho lidado com críticas e coisas extremamente pesadas que outras bandas falam sobre a minha. Não é o que eu chamaria de "críticas construtivas" ( as quais Eu sempre faço o meu melhor para receber e aprender algo delas), mas sim b*sta desesperada por cliques. Palavras vis e cruéis feitas para alimentar a necessidade humana de dar risada dos defeitos e falhas dos outros.

Eu permaneci calado e aguentei por anos.  Isso se somou à  depressão com a qual eu lido desde minha juventude. Eu não digo isso em busca de simpatia, mas apenas como um fato.

Não é a pessoa em si que me causa sentimentos depressivos e de estresse, mas o efeito [das palavras] no mundo que criamos enquanto banda. Como alguns jovens podem sentir quw não são legais por ouvir Imagine Dragons. Odeio pensar isso. Fico imaginando se irão fazer piadas com as minhas crianças quando crescerem porque alguém acha que minha banda não é bacana.

Superei o fato de que caras em outras bandas (The 1975, Foster the People, Smashing Pumpkins, Slipknot, etc) sentem necessidade de falar mal da minha banda por qualquer motivo.  Eu não me sinto irritado com eles, na verdade é mais uma tristeza em perceber que essa indústria aceita e até mesmo celebra esse tipo de mentalidade. Preferia que o sentimento fosse de união e apoio  de um artista pelo outro - apesar dos nossos gostos e vozes diferentes.

Meus companheiros de banda são alguns dos meus melhores amigos. Somos autenticamente nós mesmos e lutamos para trazer positividade e empoderamento para o mundo.

Continuaremos fazendo exatamente isso.
Dan Reynolds"

Postar um comentário

0 Comentários