Store

header ads

MECABrás: Confira o line up completo


O MECABrás traz a cantora norte-americana com descendência etíope, Kelela, que se consolidou no último ano como um dos nomes mais importantes do pop alternativo internacional e liderou todos os rankings de melhores discos do ano com o álbum "Take Me Apart". Segundo o Pitchfork –– a maior plataforma de música internacional ––, o disco foi um dos 5 mais relevantes de 2017.

Para integrar o line-up, o londrino Dan Shake, um dos maiores nomes da música eletrônica no Reino Unido; o francês Jacques, responsável por criar música eletrônica a partir de objetos tão inusitados como uma caneta ou uma bicicleta; Teto Preto, live jam que promove encontros entre a arte da performance, a música eletrônica e os ritmos brasileiros; Travalíngua com Badsista, Linn da Quebrada e o público, processo experimental baseado num jogo de palavras onde cada apresentação gera algo novo e diferente, com referências do techno e da música eletrônica; Edgar, conhecido como rapper alienígena multicolorido, que faz o próprio figurino a partir de objetos descartados, dando voz a um dos sons mais interessantes da atualidade; a dupla Aisha & Yaminah, netas de Lydia Garcia – importante militante do movimento negro –, transitam entre diferentes linguagens, como música, performance e moda com mix de referências africanas, afrobeat, pop e hip hop e as festas Tormenta e Toda Grandona.

Uma mistura de sedução sentimental com batidas vibrantes marca as apresentações da cantora Kelela, revelação do pop alternativo e do R&B. A norte-americana com descendência etíope largou o emprego de telemarketing e se tornou expoente da nova cena pop.


O francês Jacques cria música eletrônica a partir de objetos tão inusitados como uma caneta ou uma bicicleta. Perdido entre meditação pensativa e espontaneidade premeditada, ele faz música "para que o normal e o estranho dancem juntos".

Dan Shake já carimbou sua marca em pistas de dança do mundo todo com seu funk marcante e é, certamente, um dos maiores nomes da música eletrônica no Reino Unido.

Nascida nas velhas fábricas paulistanas ocupadas pela festa Mamba Negra, essa live jam promove encontros entre a arte da performance, a música eletrônica e os ritmos brasileiros.


BADSISTA, Linn da Quebrada e público: está formado o triângulo de Trava Línguas, processo experimental baseado num jogo de palavras onde cada apresentação gera algo novo e diferente, com referências do techno e da música eletrônica.



MECABrás
19 de novembro de 2018, segunda-feira, véspera de feriado
Fabriketa (Rua do Bucolismo, 81 - Brás, São Paulo)
Horário: 21h às 05h
Ingressos: https://www.ingresse.com/mecabras - Primeiro: R$ 90,00 (meia entrada e meia entrada social, mediante a doação de um livro) e R$180 (inteira)
Contato: (11) 2538-3516
Evento: MECABrás

Postar um comentário

0 Comentários