As músicas mais sombrias de Lana Del Rey


Por: Larissa Katherine 

A cantora Lana Del Rey está vindo para o Brasil no Lollapalooza 2018, e fizemos para vocês uma listinha com as canções mais sombrias da cantora confira.

Lana é conhecida por ter uma sonoridade nostálgica única e uma voz impecável, mas também por frases como "queria estar morta" e certa melancolia no olhar.



O novo álbum da cantora, Lust for Life, trouxe uma atmosfera inédita - muito mais leve do que os trabalhos anteriores. As letras falam de amor, paixão e juventude de maneira mais sublime, longe da vibe pesada dos amores turbulentos e quase sempre abusivos de antes. 




Para quem ficou com saudade do lado dark das músicas da cantora, listamos aqui as músicas mais sombrias dos álbuns já lançados por ela. 


Dark Paradise
Lana canta sobre um sentimento que superou a morte da pessoa amada, fala da saudade e dos sonhos onde encontra novamente seu amor. As pessoas falam para ela seguir em frente, mas ela queria estar morta - pois assim, somente assim, estaria com quem já partiu.

"Tenho medo de que você não esteja me esperando do outro lado."


Carmen
A música fala de uma estrela que atingiu sucesso ainda jovem. A imagem vendida é de que ela é linda, famosa, desejada. Porém, Carmen é uma adolescente que está destruída por dentro, bebendo, usando drogas, se prostituindo, exausta da rotina, a personagem parece alertar outras pessoas do lado mais sombrio da fama e uma crítica à romantização da autodestruição. 

"Você não quer ser como eu, não queria ter visto o que vi... Estou morrendo."


Ultraviolence
A música fala sobre um relacionamento extremamente abusivo, na qual a mulher sofre violência doméstica mas não consegue se desvencilhar do agressor. É perturbador perceber que ela se refere a ele com amor e demonstra todo seu interesse em se manter na relação, submissa ao homem que a machuca e satisfeita com qualquer migalha de atenção que ele lhe oferece. Se pensarmos na realidade mundial de violência doméstica, a música acaba se tornando também uma denúncia sobre a distorção de realidade vivida pelas vítimas desse tipo de abuso.

"Posso ouvir sirenes, sirenes... Ele me bate mas sinto como se fosse um beijo."


Fucked My Way Up To The Top
Nessa canção, Lana fala abertamente sobre um tema sombrio na indústria da música. Apesar de nunca ter dito sofrer abusos, a cantora confessa que dormiu com muitos caras da área, ou seja, usou o sexo como ferramenta para conseguir sua carreira. Essa é uma realidade muitas vezes ignorada no mundo da música e uma faceta muito triste em um ramo onde apenas o talento deveria bastar. Mas a troca de favores existente na indústria - e muitas vezes o abuso e assédio de fato - é parte de uma realidade obscura, muito longe do glamour que nós enxergamos.

"Esse é o meu show." 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Recent

recentposts

Random

randomposts