5 motivos que indicam que Bastille é uma das melhores bandas de Indie da atualidade


Por: Tatiane Teixeira

O Bastille nasceu em meados 2010, e em 2013 estourou nas paradas internacionais com o hit , feito por Dan Smith, Pompeii, a banda seguiu colocando suas músicas no topo das paradas e fez uma turnê do seu primeiro álbum Bad Blood que foi encerrada no Lollapalooza Brasil 2015.

Então o grupo voltou para estúdio para gravar o novo disco, as pessoas não esperavam muito, normalmente quando o primeiro disco é bom, é difícil superar. Mas em Junho de 2016 veio a  canção Good Grief, o primeiro single de Wild World (segundo disco da banda), a faixa ficou em primeiro lugar nas paradas britânicas e grudou na cabeça das pessoas. Em Setembro de 2016 veio o tão esperado segundo trabalho do Bastille.

Wild World chegou e arrebatou os críticos, foi aclamado e bem recebido pelo público e pelos peritos em música. O disco conceitual, carregado de críticas sociais foi sem dúvida um dos melhores do ano, então depois de muito analisar, o Indieoclock resolveu listar porque Bastille é uma das melhores bandas da atualidade.

1- É uma banda que só evoluiu. Um dos principais fatores para se consagrar como uma boa banda é a evolução, é muito ruim emplacar um primeiro disco e só fazer trabalhos medianos em seguida, o que acontece com muitos grupos, Bastille provou que isso não ia acontecer, lançou um ótimo primeiro disco e um segundo ainda melhor, evoluindo sonoramente, conceitualmente e também nas performances ao vivo.

2- Não se entrega a indústria cultural. Se eles tiverem que fazer um som estranho sonoramente eles farão, se seus clipes são impactantes e alternativos eles não se importam, até o momento Bastille não se entregou a indústria cultural, não ouvimos uma música com sonoridade mais " agradável" as grandes massas, ou com " lapidações" em suas letras para soar menos agressivo, e ainda melhor, eles escrevem as próprias letras e colocam a melodia que julgarem necessária, é tudo feito, ou decidido, por eles.

3- Eles são ótimos ao vivo. Bastille sempre tem uma versão diferente do estúdio em suas apresentações, as canções costumam variar sonoramente em suas performances, e nem por isso ficam ruim, pelo contrário, as vezes ficam até melhores do que nas versões de estúdio, as versões ao vivo gravadas para o Spotify esse ano provam isso.

4- É uma banda de todos os membros. Não é uma banda de um homem só, que tenha um integrante fundamental ou principal, claro que Dan Smith tem um destaque, mas todos os membros são importantes para a construção da música, a harmonia deles, o como fazem as músicas e as tocam literalmente juntos, que fazem Bastille estar em um patamar diferenciado das outras bandas, prova disso são os lives postados no Youtube que mostram o grupo fazendo música sem instrumentos, só voz e batidas no corpo com perfeita harmonia.

5- Wild World. O disco Wild World é um material que marca uma nova era, coloca Bastille como a banda que tem mais músicas além do hit Pompeii. Wild World quebrou um preconceito que os críticos tinham em relação ao grupo, quando diziam que Bastille era uma banda de um hit só, o que não é verdade Bad Blood está cheio de canções ótimas, o disco veio pra firmar o quarteto como uma grande banda de Indie Rock, e daqui pra frente é só eles continuarem o trabalho para serem um grupo com uma carreira sólida e um dos maiores da categoria.

Um comentário:

  1. Esses motivos me fazem amar ainda mais Bastille������

    ResponderExcluir

Recent

recentposts

Random

randomposts